quinta-feira, 1 de maio de 2008

14 anos sem Senna

1° de Maio de 1994. Domingo. GP de Ímola, Itália. Curva Tamburello.
O mundo assistia atônito ao acidente fatal que deixaria o mundo da velocidade órfão de um de seus maiores pilotos. Ayrton Senna, um Silva como outros tantos que se tornou herói de um povo.

Aquela música que sempre tocava quando Senna vencia, que precedia o almoço de domingo com a família, quando a vó fazia aquela macarronada. Saudades. Saudades da minha avó, daquela música. Bons tempos aqueles. Hoje a macarronada é por conta da minha mãe que não deixa nada a desejar. Agora, aquela música... saudades.

No iutubi há vários videos. Esse é de um ano antes de sua morte, quando venceu o GP do Brasil.
http://www.youtube.com/watch?v=WfanWqj7eu8

3 comentários:

Edgar disse...

Olá, a macarronada pode ser feita por outra pessoa, aquela música pode ser tocada por causa de outro piloto, mas ELE, ninguém fará algo igual ou maior que Ayrton Senna fez. Títulos Mundias não são parâmetros para diferenciar um Homem de um MITO. Saudades sim, mas de Ayrton Senna do Brasil.

Anônimo disse...

Ciao, SAUDADES ... mesmo que a musica seja tocada para outros pilotos, jamais se sentira a emoçao que se sentia ao ouvir quando tocada para SENNA, mesmo que passe cem anos sera sempre o maior, um orgulho sem medidas.
Lindo o texto Octavio, auguri.
Valeria, Italia

Finito Carneiro disse...

Era emocionante mesmo!
E o pior (ou melhor, né) era que a gente, enquanto criança, adorava acompanhar as corridas.

Hoje em dia não se vê mais garotos deixando seus videogueimes pra assistir o Rubito Barrichello ou o Massa.

Era muito massa, né?